Conteúdo VIP
Coloque seu e-mail aqui para receber antes de todo mundo e gratuitamente as atualizações do blog!
Facebook Ads

Facebook Ads: O guia completo para você criar anúncios eficientes na maior rede social do mundo

Redes Sociais 0 comentários

Levando em conta o crescimento e a popularização do Facebook, acho que eu nem preciso dizer que seu negócio ter uma fanpage é indispensável, caso você queira ter uma mínima visibilidade no seu mercado de atuação.

É um passo tão básico que até os menores negócios locais estão inseridos e, exatamente por isso, a visibilidade gratuita está cada vez mais difícil de ser conquistada.

Para realmente conquistar resultados, muitas empresas já estão investindo no Facebook Ads e ampliando de forma expressiva sua visibilidade.

Se você não faz a menor ideia do que é e como anunciar no Facebook Ads, não se preocupe, esse artigo  vai te ensinar tudo o que você precisa saber para entender os principais termos técnicos e como criar campanhas realmente efetivas para seu negócio, afinal, não basta pagar, tendo em vista que entre 2010 e 2015 mais de um milhão de empresas investiram cerca de 8 milhões de dólares em anúncio para o facebook por ano.

O resultado vem por meio de uma campanha de qualidade que entende, principalmente, quem é seu público e o que interessa a ele. Vou te mostrar em seguida como fazer para anunciar do jeito certo e alcança-los, vamos nessa?
 

Aprendendo alguns termos básicos do Facebook Ads

Termos Básicos Facebook Ads

Para entender do que se trata o Facebook Ads é importante saber o que significa alguns termos que você verá com frequência, que são:

  • Pixel de conversão: é uma pequena linha de código que verifica e acompanha a efetividade do seu anúncio fora do facebook e dentro de outras páginas da web.
     
  • Feed de notícias: Se você possui pelo menos uma conta pessoal no facebook, já teve acesso a ele milhares de vezes. É onde está localizado todo o conteúdo divulgado, e também onde você pode encontrar tudo o que pesquisar. É também conhecido como timeline.
     
  • Post de página não publicado: Ads com direcionamento específico de público não aparecem como uma postagem normal na sua timeline, e sim são exibidos diretamente no feed do usuário, com o mesmo formato de uma postagem.
     
  • ROAS (Return over Ad Spend): É a sigla usada para descrever o retorno sobre gastos em Ad, assim como o retorno sobre investimentos funciona. Ele mede a efetividade da sua campanha, calculando a receita que foi gerada para cada dólar investido.
     
  • Conversion Lift: O facebook conversion lift é uma ferramenta que permite observar os negócios adicionais produzidos pelos anúncios do facebook para a empresa, tanto no online quanto off-line.

E para começar a planejar o anúncio, do que você precisa? Há alguns pontos que você precisa prestar atenção na hora de executar os anúncios, vou falar sobre eles nos próximos tópicos.
 

Defina com clareza seu objetivo ao anunciar no Facebook Ads

Objetivos Facebook Ads

Em primeiro lugar, porque você está anunciando? Qual é seu objetivo? Você quer atrair mais clientes para seu site? Quer capturar e-mails? Quer aumentar a visibilidade da sua marca na sua região? Uma campanha deve ser fundamentada em atingir objetivos específicos.

Muitas pessoas só conhecem um tipo de anúncio patrocinado, que são as alavancagens de postagens feitas direto na timeline da sua fanpage. A verdade é que quando você acessa o  gerenciador de anúncios do Facebook as possibilidades se ampliam muito.

Atualmente, você consegue direcionar seus anúncios patrocinados para a obtenção de 13 objetivos diferentes que são divididos em 3 grandes categorias.

Veja abaixo uma imagem da tela de início de criação de uma campanha no Facebook Ads e a explicação de cada um dos possíveis objetivos: 

Gerenciador Facebook Ads
 

Reconhecimento: Anúncios usados para aumentar o reconhecimento da sua marca ou negócio pelas pessoas
 

  • Alcançar pessoas próximas à sua empresa: É um tipo de anúncio bom para negócios que atuam de forma local, como salões de beleza, restaurantes e lojas diversas. Esse tipo de anúncio é distribuido para pessoas que estão em um raio de quilômetros que você determina à partir do seu ponto de localização.
     
  • Impulsionar suas publicações: É o tipo de anúncio mais popular e comumente usado por não precisar, necessariamente, acessar o gerenciador de anúncios para criá-la. permite que você impulsione uma publicação da sua página, mostrando-a para um número maior de pessoas, aumentando o seu número de curtidas, comentários e compartilhamentos para uma publicação específica.
     
  • Aumentar o reconhecimento de marca: mpa
     
  • Promover sua página: são anúncios focados em aumentar o seu número de fãs, estimulando pessoas a curtir a sua fanpage.



Consideração: Anúncios usados para encontrar clientes potenciais para o seu negócio
 

 

  • Cliques no site: permite que o usuário seja direcionado para o seu website.
     
  • Conversões no site: similar ao anterior, mas é focado nas conversões, e não nos acessos/cliques.
     
  • Instalações do aplicativo: permite que você estimule os usuários a instalar o seu aplicativo.
     
  • Envolvimento com o aplicativo: são anúncios com o objetivo de gerar mais atividades no seu aplicativo.
     
  • Participações no evento: anúncios para promover um evento no site.
     
  • Obtenções da oferta: anúncios que promovem uma oferta (é preciso criar uma oferta nova ou usar uma já criada).

Cada uma dessas opções oferece resultados diferentes, então, defina com cuidado os seus objetivos antes de fazer a sua campanha.
 

Segmente seu público

Publico Alvo Facebook Ads

Existem muitas maneiras de realizar a segmentação de público, assim será possível criar o público ideal para o anuncio ou então ter vários públicos diferentes para anúncios e objetivos diferentes. Dentro das opções de formas de segmentação, estão:

  • Core Audiences (Audiência principal): É a audiência criada segundo os dados demográficos: localização, estágio da compra, características de compra, estilo de vida etc. Conseguimos obter esses dados pelas informações contidas no seu perfil e através do comportamento dentro da plataforma.  

  • Audiência personalizada: é uma opção inserida nos anúncios que possibilita você encontrar sua audiência já existente entre os perfis do facebook.

  • Audiências similares: Se a sua empresa tem uma lista de clientes ou usuários que são significativos para o seu negócio e que você já está ciente de suas características, é possível criar audiências similares. Essa audiência pode ser semelhante a uma audiência personalizada que você criou.
  • Facebook Exchange: Podemos utilizar plataformas externas de publicidade (demand-side platform ou DSP) para compreender o comportamento do usuário fora da plataforma e aplicar esses dados para criar anúncios relacionados a esse comportamento.

  • Partner categories: são parceiros externos do facebook que enviam dados por meio de pacotes de segmentação, e podem ser usados nos anúncios.
     

Entenda como medir os seus resultados no Facebook Ads

Alguns termos que você precisa entender no meio da publicidade online, usados para definir a forma de pagamento:

  • Custo por ação (CPA): É o custo por cada interação que você recebe pelo seu anuncio. Quanto mais cliques, curtidas, comentários e compartilhamentos tiver, mais barato ficará.

  • Custo por clique (CPC): É quanto você paga pelo clique realizado na sua postagem. O CPC é calculado pelo custo total do anúncio e pelo total de cliques.
  • Custo por 1000 impressões (CPM): É a média que você paga a cada mil vezes que seu anúncio é exposto na timeline, havendo interação ou não. A fórmula para seu cálculo pode ser feita por custo total do ad/ (total de impressões/1000).
     

Anunciando no Facebook Ads

Alguns termos utilizados na hora de criar sua campanha e no contato com os anúncios:

  • Publicação impulsionada: Ao impulsionar uma publicação, ela aumentará muito o alcance de visualizações. É feito direto do Feed e o Facebook costuma sugerir que você impulsione as suas publicações que melhor se desempenham da forma orgânica (que são vistas sem pagar). A vantagem de impulsionar é conseguir segmentar seu post para diferentes grupos, baseado no seu desempenho.

  • Publicação patrocinada: É um meio termo entre uma postagem comum e um ad, pois sua audiência será limitada aos fãs da página e seus amigos. As publicações patrocinadas costumam aparecer no alto do feed de notícias, então provavelmente seu público irá ver.

  • Conversão: É como chamamos ações completas realizadas pelo usuário, como adicionar itens no carrinho em um site ou efetuar uma compra.
  • Visualizações de vídeos: O número que aparecerá nas suas visualizações dos vídeos postados é o total de vezes que assistiram o vídeo por mais de 3 segundos. 

 

 

Dicas para conseguir bons resultados

 

Instale o pixel do Facebook Ads

Como explicamos anteriormente, o pixel do facebook é uma linha de código que serve para rastrear a efetividade do seu anúncio dentro e fora do Facebook. Entre suas funcionalidades, estão:

Contabilizar as conversões que são feitas através das campanhas de Facebook ads;
Criar uma lista de público semelhante (Lookalike Audience), baseada na lista das pessoas que passaram pela sua página, o Facebook irá procurar outras pessoas com perfil parecido, podendo expandir assim sua audiência;
Criar também uma lista de retargeting, que permite ao Facebook captar informações de todas as pessoas que passarem por sua página e assim permitirá que você exiba anúncios para todas essas pessoas dentro da rede.

Com o pixel instalado, você poderá aumentar seu número de leads e diminuir seus custos.

 

Faça conteúdo, não propaganda

Seu objetivo no Facebook ads precisa ser mais do que simplesmente ser visto pelo seu público, é preciso engajar. Dessa forma, nada melhor que criar conteúdo exclusivo e relevante, para não ser considerado como um spam por aqueles que te seguem.

Afinal, de nada vale ter um grande número de fãs na página se forem apenas números e não realmente admiradores e, posteriormente, consumidores do seu negócio.

 

Segmente suas campanhas

Sabemos que a maioria de vocês já segmenta as campanhas, mas será que da maneira correta? Você precisa saber dados do seu público, faixa etárias, interesses dessas pessoas...o ideal é escolher 4 interesses por vez e testar em diferentes campanhas, assim terá mais precisão na hora de avaliar qual é o público que converte mais. Se possível, segmente além de idade e interesses, como por sexo, por exemplo. Sabemos que homens e mulheres possuem interesses bem distintos, então não é eficaz segmentarmos como se fossem o mesmo público. Fique de olho nesses detalhes e sua segmentação funcionará melhor.

Devemos lembrar também que, por incrível que pareça, nem todo mundo deseja ver seus anúncios pela timeline. E isso é ruim? Nem tanto, se você souber filtrar! Disponibilize um anúncio de exclusão, um link de “eu não desejo ver mais esse anúncio”, onde a pessoa será direcionada a uma página onde você exibira uma mensagem como “pronto, você não vai visualizar mais anúncios deste conteúdo”. Crie anúncios de exclusão e você conseguirá segmentar melhor seu grupo de audiência, melhorando para o próximo anúncio, assim você poderá escolher melhor seu público com mais chances de conversão no futuro.

O Facebook por si só já disponibiliza para o usuário essa opção de cancelar visualização em anúncios, mas fazendo isso por sua conta você poderá refinar esta separação. Talvez alguns usuários não se interessem por anúncios de receitas, mas goste dos anúncios sobre estilo de vida e esportes, por exemplo. Tudo depende do seu objetivo e foco da campanha.

 

Utilize o Website Custom Audience

         Para acessar essa ferramenta no Facebook ads vá em Ads Manager > Audiences > Create Audience > Custom Audience. Para ativa-la, é preciso colar um código em seu site, liberando p Facebook para coletar informações de acesso.

                Essa ferramenta serve para criar audiência customizada, onde você pode criar você um perfil de audiência de pessoas que já acessaram o seu site ou páginas específicas.

                Você pode direcionar sua campanha para pessoas que acessaram seu site um determinado número de vezes em um período de tempo, como nos últimos 90 dias, ou até pessoas que acessaram apenas uma determinada página.

                A vantagem de criar audiências customizadas é que você pode ser mais assertivo nos seus anúncios e, assim, criar conteúdo certo para o público certo.

 

Mensure os seus resultados com o Conversion Tracking

         Não podemos utilizar nossas ferramentas de marketing digital na base de achismos, não é mesmo? Para que vamos utilizar nossos recursos às cegas, se temos ferramentas que nos permitem monitorar se nossa campanha está dando certo?

                O conversion tracking, que é um código que você põe no seu site e permite o Facebook reunir muitas informações de resultados da sua campanha, tem como diferencial possibilitar as diversas formas de mensurar esses resultados. Por exemplo, você pode criar diversos códigos para cada objetivo na hora de criar anúncios no Power Editor.

                Utilizando o conversion tracking você ficará mais seguro na hora de realizar suas campanhas, pois saberá o que realmente funciona e não funciona.

 

Use boas imagens relacionadas com o assunto de seu anúncio

 

Redes sociais são, em sua maioria, muito visuais. Embora o Facebook não tenha um limite baixo para caracteres, uma boa imagem para descrever o conteúdo do seu anúncio chamará mais a atenção dos seus seguidores.

Há 12 tipos de imagens que atraem e persuadem bastante os usuários, que são:

1- Rostos: Por sermos seres sociais, rostos olhando diretamente para nós (mesmo que seja pela tela do computador) atraem muito nossa atenção. Seja do sexo masculino ou feminino, temos uma tendência a responder os olhares, principalmente se forem bonitos...
2 - Mulheres/ homens atraentes: Como mencionamos anteriormente, se um contato visual atrai nossa atenção, um contato visual de um rosto bonito atrai mais ainda. Através de testes feitos, rostos de mulheres bonitas resultam em mais cliques, partimos do pressuposto que homens são seres mais visuais que mulheres, por isso acabam tendo a atenção mais presa por essas imagens
3 - Pessoas apontando para você: Ao ver uma imagem com alguém apontando para a tela, temos a impressão de que o anuncio está falando diretamente conosco. Alguns até podem se sentir incomodados pela imagem de alguém te apontando o dedo, mas isso também acaba sendo efetivo. No texto do anúncio que você utilizar essa imagem, utilize a chamada “você”, isso irá reforçar que você está se comunicando diretamente com o leitor do anúncio.
4 - Pessoas apontando para uma direção (para o anúncio): Ter uma pessoa apontando para seu anúncio irá aumentar sua conversão. Nosso olhar é atraído involuntariamente, juntamente com a curiosidade que isso causa.
5 - Gráficos de crescimento: Gráficos mostrando crescimento são sinônimos de sucesso. As setas em crescimento indicam evolução para a sua empresa e para os usuários que veem seu anúncio, significa mais chances de conseguir o que eles querem, e também passa credibilidade.
6 - Setas: Assim como pessoas apontando para você ou para o anúncio, setas são indicações de caminhos que devemos seguir. É uma boa forma de direcionar seus leitores para a sua landing page, onde ele encontrará mais informações sobre aquilo que ele procura saber.
7 - Alvos: Acertar no alvo nos remete ao sucesso, que acertamos em cheio. Assim sendo, ao usar uma imagem desse tipo no seu anúncio, você estará indicando ao seu usuário que ele acertou na escolha. Há uma associação também com urgência de mudanças e positividades associada a este tipo de imagem.
8 - Curtidas (o sinal de positivo com o dedo): A imagem simbolizando o “joinha” incentiva seus usuários a curtirem sua página ou conteúdo, além disso, ter os polegares apontando exatamente para o título do anúncio faz com que eles funcionem como setas, aumentando assim suas conversões.
9 - Representações de dinheiro: No fundo, é o que todos nós queremos. Como vender mais e como ganhar mais dinheiro são títulos que chama atenção da maioria dos usuários e, sendo assim, imagem com representatividade de dinheiro atrai a atenção dos usuários.
10 - Conceito de luxo: A principal razão pelo qual essas imagens atraem tantos cliques é pela ideia de que só pessoas poderosas poderiam obtê-las. Helicópteros, iates, joias e carros esportivos são alguns exemplos de imagens para se utilizar nesse contexto.
11 - Conceito de sucesso no trabalho: Pessoas bonitas, bem vestidas e alegres indicam sucesso na carreira. Como o dinheiro, isso é outro objetivo de vida bem comum para a maioria das pessoas, e pessoas que possivelmente veem seu anúncio possivelmente participam do meio corporativo e desejam uma melhoria na carreira.

12 - Liberdade: Uma imagem com um lugar que simbolize paz e tranquilidade, uma pessoa com os braços abertos e/ou contemplando o pôr-do-sol e frases motivacionais é um grande alvo para muitas curtidas no seu anúncio.  O motivo? Atualmente com a falta de tempo para momentos de paz e a vida corrida, imagens com o conceito de liberdade ganha destaque entre as demais

 

O que NÃO fazer na sua campanha de Facebook ads

 

Depois de algumas dicas para melhorar sua campanha, aqui vai alguns conselhos sobre o que não fazer na hora de planejar e executar sua campanha:

 

1 - Não definir bem o seu público

 

Conhecer bem seu público alvo vai além de saber sexo e idade. O Facebook te permite ir muito mais além, identificando o gosto, hábitos de consumo, visão política, localização geográfica, nível de escolaridade e muitos outros pontos que vão te ajudar a segmentar muito bem a sua campanha.

Não invista em anúncios sem ter certeza da maioria dos dados de seu público. Isso pode ser um pouco trabalhoso e talvez necessite de pesquisas, mas o retorno com certeza será garantido.

 

2 - Não analisar bem sua concorrência

 

Se coloque no lugar do seu público. Todos os dias recebemos diversos tipos de anúncios e, com base nisso, já podemos ter uma noção do que é agradável ou não de receber. Curtindo as páginas de seus concorrentes você poderá ter uma ideia do que fazer ou do que não fazer, afinal, o tipo de publicidade e conteúdo possivelmente será bem parecido. Tire o maior aprendizado de todos eles.

 

3 - Não escolher bem sua imagem nos anúncios

 

Já demos algumas dicas de boas imagens para você utilizar em sua campanha, mas não esqueça que, além de chamar atenção pela imagem, cores e design, a imagem precisa ter qualidade e ser desenvolvida especialmente para o Facebook (o formato será de 100px por 72px).

Algumas vezes, o usuário não vai nem ao menos ler sua mensagem do post, então é importante que a imagem fale por si só.

 

4 - Errar na escolha da mensagem

O modo como sua marca se posiciona nas redes sociais é vista também através da maneira que ela escreve. Siga sempre uma linha coloquial, formal ou técnica, de acordo com o que sua marca quer passar.

Importante também lembrar que a mensagem deve ser sempre clara e sucinta.  De preferência por textos curtos e use argumentos certeiros, que fará seu leitor clicar no anúncio.

 

5 - Não mudar o conteúdo do anúncio

Por mais genial e criativo que seja o seu anúncio, uma hora ele irá enjoar. Sendo assim, para as campanhas de maior duração, vale mais colocar no ar duas variações de anúncios por vez e ir substituindo com frequência, ao invés de subir várias versões de anúncios com foco na mesma segmentação de uma vez só.

 

6 -  Não estabelecer metas de conversão e orçamento

Já mencionamos aqui a importância de não criar uma campanha às cegas e na base de “achismo”, e agora reforçamos. Se deixarmos para definir metas quando a campanha já está no ar, gastaremos dinheiros sem ao menos saber o porquê. Por isso planeje, organize-se, monte planilhas e só depois vá para a execução.

 

Conclusão

         Para o sucesso nas campanhas de Facebook Ads é preciso perseverança. Os resultados não virão com 1 ou 2 posts patrocinados, mas através de testes e melhorias feitos por você e sua equipe, eles chegarão.

                Mas, de acordo com as dicas que demos anteriormente, é preciso existir um primeiro planejamento. Decidir o posicionamento da marca dentro das redes sociais, qual é seu público (com o máximo de especificações possíveis) e como ela deseja se comunicação com ele. A partir disso, as possibilidades de crescimento da sua marca, engajamento e ROI são grandes.

Redes Sociais 0 comentários

Igor Barazzetti
Sobre o Autor

Igor Barazzetti é Diretor da Hit Marketing Digital há 9 anos. É formado em Publicidade e Propaganda pela UCS e pós-graduado em Comunicação Digital pela PUCRS. Eterno estudante de marketing, acredita no empreendedorismo como forma de transformação pessoal e profissional.